Circuito de Montevidéu oferece história, saborosa gastronomia e lindas paisagens

0
Com uma bela orla e variados pontos gastronômicos, a capital uruguaia tem opções para agradar a todos os gostos. (foto: Prefeitura de Montevidéu)

Com uma bela orla e variados pontos gastronômicos, a capital uruguaia tem opções para agradar a todos os gostos. (foto: Prefeitura de Montevidéu)

Viajar pelas estradas do Uruguai, um dos menores países da América do Sul, é uma experiência única. No caminho que leva a Montevidéu, além das belas paisagens naturais, impressiona o grande número de escolas rurais, indústrias de energia renovável e gado, muito gado.

Não é à toa que a pecuária é uma das principais atividades econômicas do país, e a parrillada é um de seus pratos típicos: carne assada na parrilla (conjunto de grelhas) sobre brasa de lenha e carvão, acompanhada de chimichurri, um molho picante de alho, cebola, ervas aromáticas, mostarda, azeite de oliva e um mix de pimentas. O menu é composto por cortes de carne de boi, frango e morcilla (linguiça recheada de sangue, gordura de porco e farinha de arroz).

Em Montevidéu, uma dos lugares onde se pode provar essa iguaria é na Ciudad Vieja (centro histórico), no secular Mercado del Puerto, que se estende pela metade de um quarteirão. Inaugurada em 1868, sua construção contou com a colaboração de especialistas ingleses da área e ganhou notoriedade nacional e internacional, nas manchetes dos jornais britânicos, por ser considerada uma obra arrojada para aquela época. Hoje, um dos principais símbolos da cidade, o mercado exibe bancas de carnes, alimentos, especiarias e churrascarias que servem a legítima carne uruguaia. Por ali, uma das pedidas para saborear uma parrillada tradicional é o restaurante El Peregrino, que também tem pastas artesanais, pescados e mariscos. Bem servida, a parrillada para duas pessoas sai por 990 pesos uruguaios (R$ 110).

O restaurante El Peregrino tem a parrilla visível aos clientes. (foto: Gillo Brunisso)

O restaurante El Peregrino tem a parrilla visível aos clientes. (foto: Gillo Brunisso)

Em outro ponto da cidade, também dá para degustar o prato no eixo de Punta Carretas-Pocitos, o queridinho dos turistas devido à farta presença de restaurantes, bares e, principalmente, o calçadão do rio de la Plata (que, em Montevidéu, chamam de beira-mar). Nessa região, as opções gastronômicas bombam entre cafeterias, vinherias, pizzarias e, claro, a carne. Neste caso, um dos lugares mais frequentados pelos uruguaios é a pequena e informal churrascaria La Pulperia. Em mesas dispostas na calçada ou no balcão, onde dá para acompanhar a preparação dos pratos, os clientes se acabam na parrillada, que sai por 890 pesos uruguaios (R$ 100) para duas pessoas.

E para quem já estiver empanturrado de carne, o restaurante El Viejo y el Mar, ainda em Punta Carretas, bem na orla de Montevidéu, serve espaguete com frutos do mar a 540 pesos uruguaios (R$ 60), que pode ser degustado no salão interno ou em uma das mesas ao ar livre, com acesso direto ao rio de la Plata.

O Mercado Del Puerto foi aberto em 1868 e tinha como objetivo ser o maior da América do Sul. (foto: Prefeitura de Montevidéu)

O Mercado Del Puerto foi aberto em 1868 e tinha como objetivo ser o maior da América do Sul. (foto: Prefeitura de Montevidéu)

De qualquer forma, seja com a carne, seja com o peixe, Montevidéu é um destino gastronômico que vale a pena ser explorado com calma. Na dúvida, conte com a simpática ajuda dos uruguaios, sempre dispostos a dar boas indicações aos turistas.

Serviço:
Mercado Del Puerto
Piedras 237, Montevidéu, UY

El Peregrino
Pérez Castellano 1553, Montevidéu, UY
+598 2916-4737

La Pulperia
Lagunillas 448, Punta Carretas, Montevidéu, UY
+598 2710-8657

El Viejo y El Mar
Rambla Ghandhi, 400, Montevidéu, UY
+598 2710-5704

Comentários do Facebook
Compartilhe

Autor

Comentários