‘Comida di Buteco’ busca o melhor petisco com cereal do Brasil e a bebida mais gelada

0

mosaico metro - comida di buteco

Atenção apaixonados por um bom aperitivo e uma cerveja trincando: nesta sexta-feira (14) começa a 18ª edição do concurso Comida di Buteco, a terceira na capital paranaense. Neste ano, serão mais de 500 bares, espalhados por 20 cidades, que apresentarão petiscos exclusivos para você ajudar na escolha do melhor boteco da cidade, que depois concorrerá ao título de melhor do Brasil.

É isso mesmo. Então nada de vacilar e deixar para conhecer os bares só aos finais de semana, hein? O concurso vai até o dia 7 de maio e, só aqui em Curitiba, são 18 concorrentes – agora você tem um bom motivo para desviar do caminho depois do expediente.

Como a ideia é valorizar a culinária de raiz e os botecos espontâneos e tradicionais, estão participando apenas estabelecimentos que não pertençam a redes ou franquias e onde o dono esteja à frente do negócio. A missão deles, sem dúvidas, é desafiadora: preparar o melhor petisco nacional, que contenha algum cereal na receita (temática deste ano) e não ultrapasse o valor de R$ 25,90.

Já a sua tarefa é avaliar o bar em quatro categorias: petisco (leva 70% do peso da nota), atendimento, higiene e temperatura da bebida (10%, cada). O voto do público vale metade do resultado e o dos jurados, a outra metade.

Em junho, os campeões de cada cidade serão reavaliados por um novo júri em busca do melhor do país. O vencedor leva a cidade e o boteco ao pódio, já o cliente, o repertório ao ter se deliciado em alguns dos melhores bares da região – quiçá do Brasil.

Conheça alguns dos participantes da cidade e já comece a peregrinação de bar em bar. Até o final do concurso, divulgaremos todos. Pronto para essa jornada gastronômica?

A Casa da Esquina

"Brasileirinho de Camarão" - R$ 25,90.

“Brasileirinho de Camarão” – R$ 25,90.

O bar tem apenas dois anos, mas já é cheio de charme: o ambiente, amplo e aconchegante, lembra uma casa de fazenda. E como tal, os temperos frescos costumam vir da própria horta. A tapioca, que já é uma tradição do boteco, ganhou um toque a mais para participar do concurso com o petisco “Brasileirinho de Camarão”. Nele, a goma é feita com queijo e especiarias, e recheada com camarão temperado e flambado em cerveja artesanal de trigo. O aperitivo ainda é servido com geleia de pimenta agridoce, elaborado à base de pimenta-dedo-de-moça, anis-estrelado e suco de laranja.
Rua Professor Dário Veloso, 602 (esquina com Rua Parintins) – Vila Izabel

Bar Basset

"Porcololeta no molho de cerveja" - R$ 25,90

“Porcololeta no molho de cerveja” – R$ 25,90

As qualidades do boteco já começam pela vista. Em frente ao Museu Oscar Niemeyer, o estabelecimento foi fundando no fim dos anos 90 por Kiko, filho de comerciante que, trabalhando junto de seu pai, descobriu o gosto pelo atendimento e contato com o público. Famoso pelas porções generosas, o bar escolheu um receita caseira para acrescentar ao cardápio: a “Porcoleta no molho de cerveja”, costelinha de porco empanada e servida com molho de cerveja escura.
Rua Marechal Hermes, 1024 – Centro Cívico

Bar do Edmundo

"Quibe Up" - R$ 19,80.

“Quibe Up” – R$ 19,80.

Velho conhecido da região do Bacacheri, o bar já está na sua segunda geração, sendo comandado pelo filho que, acredite, também se chama Edmundo. O petisco escolhido por ele é o “Quibe Up”, porção de quibe frito turbinado com ovo de codorna, receita inspirada na comida da mãe. Aproveite para pedir uma cerveja artesanal feita pela própria casa.
Avenida Erasto Gaertner, 1764 – Bacacheri

Baba Salim

"Fate Salim" - R$ 24.

“Fate Salim” – R$ 24.

De fato, a alusão à cultura árabe presente no nome do bar não é à toa. Jamal, proprietário que fundou o boteco em 1998, é descendente de libaneses. Como você já deve estar imaginando, as receitas levam o tempero do país e, mais especificamente, da casa de seus pais. Prova disso é o prato escolhido “Fate Salim”, feito de carne fatiada temperada, em referência ao churrasco brasileiro, mas acompanhado de grão-de-bico, amêndoas, pão árabe e tahine, elementos muito usados na culinária árabe.
Rua Amintas de Barros, 45 – Centro

Cabana Bar e Petiscaria

"Comibando Cabana" - R$ 25,90.

“Comibando Cabana” – R$ 25,90.

O segredo para o sucesso deste bar está no proprietário: o Zézinho que, depois de 20 anos como garçom, largou o avental para investir no seu próprio boteco. As diversas conservas que você encontrará por lá, inclusive, são feitas por ele mesmo. Já para a competição, o aperitivo criado foi o “Combinado Cabana”, bolinhos de camarão servidos com tilápia. O motivo da escolha de Zézinho é bem simples: para ele, peixe e camarão formam a dupla perfeita.
Av. Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, 655 – Cristo Rei

O Metro Jornal divulga, nos próximos dias, todos os bares participantes. Mas, você pode encontrar a lista completa no site do Comida di Buteco.

banner metro - comida di buteco

Comentários do Facebook
Compartilhe

Autor

Comentários