No Dia Internacional do Café, tem experiência em Curitiba e preparo fácil em casa!

0
Saiba quais os benefícios para a saúde, e aprenda mais sobre os diferentes métodos por apenas R$ 22. (foto: Patrícia Amâncio/divulgação)

Saiba quais os benefícios para a saúde, e aprenda mais sobre os diferentes métodos por apenas R$ 22. (foto: Patrícia Amâncio/divulgação)

Café coado, expresso, com leite… Sem dúvida, o famoso cafezinho é uma paixão dos brasileiros. Além de sua versatilidade, podendo ser usado de diversas maneiras, ele ainda faz bem para saúde. Não à toa, ele tem um dia só dele de comemoração internacional, o 14 de abril. Coincidentemente, a data caiu no feriado da Sexta-feira Santa.

O ‘santo grão’, com muitos chamam, provê mais energia para os seus dias – naturalmente, a cafeína já tem uma ação energética e termogênica. Segundo a nutricionista Maura Corá, o café ainda dá “uma forcinha para a perda de peso, se você está tentando perder uns quilinhos sem enfrentar dietas malucas e extremamente restritivas”.

Com tantas qualidades assim, dá até vontade de sair correndo em busca de um café para chamar de seu, não? Só a capital paranaense tem uma infinidade de cafeterias, desde as mais rústicas às elitizadas e que parecem verdadeiros laboratórios químicos. Um café cai bem a qualquer hora, e quando se pode ter uma experiência com ele, a degustação da bebida pode ser ainda mais prazeirosa.

E é nisso que se propõe o Café Catedral a partir desta sexta (14), até o dia 22. Para celebrar o Dia Internacional do Café, a cafeteria promove a “Semana do Coffee Experience”, com a degustação de quatro processos diferentes de filtragem, e que custam R$ 22 para duas pessoas.

É uma oportunidade para provar os métodos French Press (prensa francesa), Aeropress (prensa americana), Coadinho (extração brasileira) e o Hario V60 (extração japonesa), de uma só vez. “Desta forma é possível sentir realmente a diferença entre os métodos, por comparação. Usamos o mesmo grão para que a distinção de sabor seja passada apenas nos diferentes processos”, comenta Gilmar Schmetka, proprietário do Café Catedral. Neste feriadão de Páscoa, a cafeteria abre normalmente na sexta e no sábado, mas fecha no domingo (Rua Barão do Serro Azul, 81, Centro, Curitiba).

Café e política
Sweet Black 3 - campos da fazenda
O Projeto de Lei (PL) 1713/15, do deputado Evair de Melo (PV-ES), que cria a Política Nacional de Incentivo à Produção de Café de Qualidade está aprovado na Câmara Federal. A proposta tem como meta elevar a qualidade do café produzido no País, estimulando a produção, a industrialização e a comercialização de grãos de categorias superiores.

“O café de melhor qualidade é mais dinheiro no bolso do produtor, melhores negócios para os empreendedores e produtos diferenciados aos consumidores. Não é novidade para ninguém a ligação que tenho com a cafeicultura. Vivo a atividade desde criança, nas mais diversas roças que convivi, passando pela formação profissional e atuando em instituições sérias que têm serviços prestados ao setor. Esse projeto é mais uma contribuição verdadeira que queremos confirmar para o benefício coletivo de milhões de pessoas que vivem e tornam o Brasil a maior potência mundial do café”, destaca o deputado Evair de Melo.

Na Câmara dos Deputados, o PL 1713/15 recebeu análises criteriosas das comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, sendo aprovado por unanimidade em ambas.

“Isso reflete e comprova a qualidade técnica e criteriosa dos pontos que especificamos para sugerir uma nova Lei. Responsabilidade e segurança são os requisitos essenciais para lidar com a vida, com o dia a dia das pessoas”, ressalta Evair de Melo.

Como instrumentos para o desenvolvimento da política, o texto do PL prevê o crédito rural para a produção, industrialização e comercialização; as certificações de origem, social e de qualidade dos produtos; a pesquisa agrícola e o desenvolvimento tecnológico; a assistência técnica e a extensão rural; a capacitação gerencial e a formação de mão de obra qualificada; o seguro rural e outros mecanismos.

Para 2017, a safra de café no Brasil pode chegar a 47,51 milhões de sacas, alcançando cerca de 30% da produção mundial, e faturamento de bruto de R$ 22,2 bilhões. Maior produtor e exportador mundial de café verde, no país apenas 10% do volume exportado é de produto com maior valor agregado. Com a Lei, serão aumentados os mecanismos oficiais de fomento a obtenção de maior qualidade no produto. Para isso, o texto precisa ser agora aprovado pelo Senado Federal.

Experiência em casa
cafe expeciarias melittaQue tal continuar esta experiência, mas em casa? A Melitta nos sugere este Café com Creme de Especiarias. Confira a receita e o passo a passo:

Ingredientes:
– 1 xícara (chá) de creme de leite fresco (210 g)
– 1 xícara (chá) de leite integral (240 ml)
– 5 colheres (sopa) de açúcar mascavo (50 g)
– 1 colher (chá) de especiarias em pó (canela e pimenta-da-jamaica)
– 2 colheres (sopa) de raspas de casca de laranja (8 g)
– 300 ml de café coado bem forte Melitta

Modo de fazer:
Leve para ferver, em uma panela, sem parar de mexer, o creme de leite com o leite, o açúcar mascavo, as especiarias e as raspas de casca de laranja. Retire do fogo. Despeje o café Melitta nos copos e, lentamente, junte a mistura de leite.
Dica: Para decorar, utilize fios de caramelo. Rende 4 doses.

O prazer do café… na cama!prudence cafe
E como se não bastasse, a Prudence lança nesta sexta-feira (14), Dia Mundial do Café, a camisinha Prudence Café, com cor, sabor e aroma da bebida.

Prudence Café chega ao mercado para incrementar o portfólio da marca, que já conta com mais de 40 itens. Só a linha de preservativos Cores & Sabores tem 10 variações: Morango, Caipirinha, Tutti-Frutti, Hortelã, Melancia, Uva, Chocolate, Vinho Espumante, Melão e Café.

Com o mesmo preço sugerido dos outros produtos da linha Cores & Sabores, a Prudence Café estará disponível nos pontos de venda de todo país a R$ 3,50 o pacote com três unidades.

Comentários do Facebook
Compartilhe

Autor

é jornalista especializado em gastronomia e cultura, publisher do site MinhaGula.com.br e colunista das revistas Dimensão e Aeroporto.

Comentários