Novo cardápio do Armazém Santo Antônio mistura sabores contemporâneos com erva mate

0
O menu de verão foi elaborado pelo chef Giuliano Hahn em parceria com o bartender Rogério 'Rabbit' Coelho. (foto: divulgação)

O menu de verão foi elaborado pelo chef Giuliano Hahn em parceria com o bartender Rogério ‘Rabbit’ Coelho. (foto: divulgação)

Usar a erva mate em pratos italianos ou contemporâneos pode fazer muita gente torcer o nariz em um primeiro momento. Mas, a sensação que vem depois, ao provar a comida, derruba por terra qualquer mito de que a erva só pode ser usada para fazer chimarrão ou tererê. E foi dessa ‘polêmica’, se é que se pode usar esta palavra nesse contexto, que surgiu a parceria do chef Giuliano Hahn com o bartender Rogério ‘Rabbit’ Coelho.

Ambos são muito conhecidos da gastronomia curitibana, o primeiro pela culinária italiana contemporânea que vem desenvolvendo ao longo dos últimos anos, e o outro pelo uso intensivo de chás e infusões para a criação de coquetéis. Agora eles trabalham juntos no Armazém Santo Antônio, que apresentou na última semana um cardápio especial criado para o verão que começa nesta quarta-feira (21). A chegada da nova estação inspirou tanto os pratos com temperos mais leves, como os drinks refrescantes para o calor. E, claro, fez com que comida e bebida fossem fundidas em uma explosão de aromas e sabores.

“A ideia foi unir um pouco daquilo que eu já faço aqui no Armazém, mas com o uso da erva mate que é daqui da nossa terra e que o Rabbit sabe tratar tão bem”, explicou Giuliano Hahn ao apresentar o novo cardápio. A mesma opinião teve o bartender santista radicado em Curitiba: “a gente quer mostrar que o uso da erva mate vai além do que estão todos acostumados”. “É preciso valorizar o que é daqui, e que é ainda um pouco de tabu”, completa ele.

Um dos novos pratos é a porção de camarões rosa com pêra, um dos mais marcantes. (foto: divulgação)

Um dos novos pratos é a porção de camarões rosa com pêra, um dos mais marcantes. (foto: divulgação)

Um dos pratos mais marcantes do novo cardápio é a porção de camarões rosa com pêra cozida na erva mate tostada e fava de baunilha (R$ 120), com um leve sabor agridoce. A dica é harmonizar a comida com alguns dos novos drinks, como o Tapii’Tea-Ni (R$ 29), que leva a erva com geleia de physalis da casa e pisco peruano.

Há ainda uma curiosa porchetta com mix de feijões ao molho de erva mate com limão e cravo (R$ 68), harmonizado com o Spri-Tea (R$ 29). É um drink que leva vermute maturado em barril de madeira com mimosa e espumante rosé. Já o peito de pato com molho de erva mate e bergamota com purê de batata doce e cogumelos (R$ 75), possui um sabor marcante com diferentes texturas dos ingredientes. Este prato harmoniza com o Kagiji (R$ 29), que é um destilado feito a partir da batata doce guarani.

Mas, o cardápio de verão vai além de apenas usar a erva mate típica daqui. “A gente resolveu pegar o filé mignon e fazer uma mistura de texturas usando outros tipos de chás”, explica o chef. Assim, o corte ganhou uma crosta de Lapsang Souchong, que é um chá chinês defumado em carvalho, acompanhado de risoto de carciofini (alcachofra) com queijo brie e glacê de erva mate tostada com Oolong, um outro chá chinês, e framboesa. O prato sai a R$ 69. Para harmonizar, o bartender Rogério ‘Rabbit’ Coelho sugere o Aguarden-Tea (R$ 29), que é o a aguardente indígena maturada em barril de madeira com sementes de cumaru e batata doce.

A sala de drinks Tapii'Tea é toda ornamentada com objetos indígenas, e até os copos são característicos. (foto: divulgação)

A sala de drinks Tapii’Tea é toda ornamentada com objetos indígenas, e até os copos são característicos. (foto: divulgação)

Além dos pratos, o chef Giuliano Hahn também elaborou cinco novas sobremesas para o cardápio de verão, como a compota de frutas tropicais com sorbet de limão siciliano (R$ 21), o strudel de castanhas com banana flambada e sorvete de cachaça com canela (R$ 20,50), a baklav de pistaches e amêndoas com espuma de iogurte (R$ 25), a panacota diet (R$ 17), e um curioso ‘Devil’s Food Cake'(R$ 23). Este é um bolo cremoso com chocolate 70%, calda de chocolate e geléia picante de Damasco.

A parceria com o bartender Rabbit, como é mais conhecido, também gerou uma nova sala temática no Armazém Santo Antônio. Além da já presente Fanny, que faz um resgate ao passado da família do chef, a nova sala Tapii’Tea é uma espécie de ‘laboratório’ de Rogério. Ali são elaborados os 15 coquetéis servidos no restaurante, com o uso diferenciado da erva mate em um resgate da cultura indígena brasileira cheia de rituais e preparos. Aliás, ele próprio um descendente de índios da baixada santista. “O resultado é uma carta que traz drinks autorais e também releituras para clássicos da coquetelaria mundial, também levando como ingrediente os chás e infusões”, explica.

O Armazém Santo Antônio está localizado em uma casa com 145 anos de história no São Francisco, e possui capacidade para 80 pessoas do lado de dentro e no gazebo ao ar livre.

Serviço:
Armazém Santo Antônio
Rua Solimões, 444, São Francisco
Horário de atendimento: terça a sábado, das 19h30 às 23h30.
Não possui estacionamento/valet.
41 3077-5505

Comentários do Facebook
Compartilhe

Autor

é jornalista especializado em gastronomia e cultura, publisher do site MinhaGula.com.br e colunista das revistas Dimensão e Aeroporto.

Comentários